Ervas

Erva Doce: 11 Benefícios, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios

Erva Doce: 11 Benefícios, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios

Erva Doce é uma das mais consumidas no mundo, principalmente em forma de chá. O consumo do chá se dá por muitos motivos, mas o principal deles é colher algum dos benefícios que essa erva pode oferecer, já que a erva doce é rica em nutrientes essenciais à saúde.

Portanto nós aqui do site horta em casa selecionamos algumas informações importantíssimas sobre os 11 Benefícios da Erva Doce, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios. 

O que é a Erva Doce?

Erva Doce
Erva Doce

A erva doce cujo nome cientifico é Pimpinella anisum L. é uma erva medicinal pertencente a família botânica Umbellifera nativa do oriente médio, mais especificamente do Egito. No Brasil essa erva chegou por intermédio dos colonizadores portugueses, além disso, ela é muito conhecida como funcho.

Possui muitas propriedades nutricionais benéfica a nossa saúde geral, sendo que entre as principais propriedades da planta podemos citar as propriedades antirreumática, vermífuga, estimulante, relaxante, antiespasmódica, expectorante, diurética, coagulante, digestiva e relaxante muscular.

Apesar de ser nativa do oriente médio essa planta se desenvolveu bem em solos brasileiros, isso é resultado de suas preferência por climas temperado e subtropical.

Contudo a erva é muito utilizada para o preparo de chás, porém ela também pode fazer parte de outras preparações culinárias.

A erva também contém muitos nutrientes que são os reesposáveis pelos inúmeros beneficios trazidos pela erva-doce, sendo os mais relevantes  vitaminas (vitamina A, vitaminas do complexo B e vitamina C), minerais (Cálcio, cloro, ferro, fósforo, magnésio e potássio.), além de componentes antioxidantes e fitoquímicos naturais.

Além disso, devido a sua composição nutricional pode ajudar no tratamento de diversas enfermidades que podem afetar nossa saúde tais como, gota, estresse, artrite, peso excessivo, bronquite, dores menstruais, entre outras.

Contudo, essa erva também é utilizada em muitos produtos cosméticos,  pois  também contribui para a limpeza da pele e possui propriedades que ajudam no crescimento do cabelo, nesse caso é comum a presença em rótulos de produtos de beleza como cremes hidratantes  e shampoos.

Valor Nutricional da Erva Doce:

Erva Doce
Erva Doce

É uma fonte de muitos nutrientes benéficos para a saúde em geral, veja qual a quantidade de cada nutriente que você poderá está ingerindo ao consumir 100 ml do chá de Erva Doce.

  • Valor energético 1.4kcal;
  • Carboidratos 0,4g;
  • Cálcio 1,9mg;
  • Magnésio 0,9mg;
  • Fósforo 0,7mg;
  • Potássio 9,9mg;
  • Tiamina B1 123,3mg;
  • Riboflavina B2 0,2mg;
  • Sódio 0,6mg.

Benefícios da Erva Doce:

Conheça os principais benefícios da Erva Doce para a sua vida e entenda porque você deve adicionar essa maravilha nutricional à sua rotina alimentar.

1. Fortalece o Sistema Imunológico:

O uso diário dessa erva pode ajudar no fortalecimento das defesas de nossos corpos, pois ela possui um amplo teor de componentes antioxidantes que ajudam na eliminação de toxinas do corpo e também combatem a ação oxidativa de radicais livres.

2. Ajuda a emagrecer:

A erva além de eliminar as toxinas maléficas também ajuda na eliminação de líquidos retidos no organismo e combate inchaço por caso de suas propriedades diuréticas, além disso, a erva também auxilia no controle de apetite.

3. Para diabéticos:

O chá pode ser consumido sem receio, pois a erva possui muitos nutrientes benéficos que ajudam no controle da glicemia do sangre.

4. Contra Constipação:

Como relatado no tópico anterior ela atua também  nos episódios de constipação, pois além de possuir em sua composição a presença de fibras  a erva também possui propriedades detox, é diurética e também possui fibras que auxiliam na promoção de saciedade.

5. Combate Cólicas intestinais:

Devido as suas propriedades calmante e também pela a presença de minerais como potássio,  a ingestão da fruta pode auxiliar no tratamento de contrações uterinas.

6. Elimina inchaço:

A erva possui propriedades diuréticas, por isso ajuda na eliminação do inchaço causado pela retenção de liquido.

7. Contra Problemas no Estômago: 

Há na composição da erva doce um composto chamado ácido málico, esse composto auxilia na digestão ao proporcionar ao organismo as quantidades necessárias de hidrogênio para o processo de acidificação do estômago.

8. Elimina os Gases:

O processo de infusão do chá libera o etanol, esse composto está presente na erva doce, portanto quando consumido pode melhorar a digestão, diminuído a flatulência.

9. Rica em Vitamina C: 

A presença de vitamina C na erva ajuda no fortalecimento do sistema imunológico do corpo. Isso protege o organismo de muitos microrganismos invasores que podem causar algumas doenças.

10. Ação detox:

Como já relatado a erva possui propriedades diuréticas, isso além de eliminar o liquido retido no corpo também remove as toxinas que causam mal ao nosso organismo.

11. Limpa o Sistema Urinário:

Esse beneficio também ocorre por causa das propriedades diuréticas da erva, que aumenta o fluxo urinário e consequentemente remove as impurezas que podem está retidas no sistema urinário. Veja também tudo sobre o Tomilho.

Confira no vídeo outros Benefícios da Erva Doce para Saúde!

Como fazer o chá de Erva Doce:

Chá de Erva Doce
Chá de Erva Doce

Ingredientes: 

  • 1 colher de chá de erva-doce;
  • 1 colher de chá de açúcar demerara (um açúcar integral, parecido com o açúcar mascavo);
  • 1 xícara de chá de água.

Modo de Preparo:

  • Ferva a erva doce na água por cerca de cinco minutos.
  • Feito isso, coe e adoce o chá.
  • O ideal é tomar, no máximo, 3 xícaras por dia.

Efeitos Colaterais e Contraindicações da Erva Doce:

O consumo da erva doce, principalmente em forma de chá não é recomendado para mulheres gravidas os lactantes, além dessas o consumo é contraindicado para crianças menores de 12 meses e também para pessoas que sofrem dos seguintes problemas: refluxo, colite ulcerosa, úlcera duodenal, síndrome do intestino irritável, epilepsia, gastrite, doença de Parkinson ou diverticulite.

Ademais há contraindicações também quanto ao seu consumo por pessoas que estão tomado suplementação de ferro.

No que diz respeito aos efeitos colaterais, esses ocorrem com mais frequência quando há o excesso no consumo da erva e de seus subprodutos,  os principais sintomas que podem aparecer consistem em convulsões, alucinações, arritmia cardíaca, problemas respiratórios, etc.

O Site horta em casa agradece por poder informar e formar pessoas em conhecimento sobre as diversidades dos alimentos (frutas, legumes, etc.) e de como plantá-los.

Além disso, espero que tenha gostado de nosso artigo de hoje, os 11 Benefícios da Chicória, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios! E se você é uma daquelas pessoas que amam Erva Doce confira nosso outro artigo que ensina Como Plantar Erva Doce em Casa.

Alan costa

Sou formado em Botânica e Ciências das Plantas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *