Temperos e Especiarias

Pimenta-do-Reino: 15 Benefícios, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios

Pimenta-do-Reino: 15 Benefícios, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios

Pimenta-do-Reino apesar de não ser nativa do Brasil é uma das especiarias mais utilizada na culinária brasileira, pois fornece um sabor especial as muitas preparações. Contudo, além disso, ela também pode ser usada na medicina tradicional caseira para tratar algumas enfermidades que afetam nossa saúde.

Portanto nós aqui do site horta em casa selecionamos algumas informações importantíssimas sobre os 15 Benefícios da Pimenta-do-Reino, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios. 

O que é a Pimenta-do-Reino?

Pimenta-do-Reino
Pimenta-do-Reino

A pimenta-do-reino ou pimenta preta cujo nome cientifico é Piper nigrum  é uma especiaria pertencente a família Piperaceae, a mesma é nativa da Índia e é usada há muito tempo pelos portugueses.

No Brasil a pimenta preta chegou por intermédio dos colonizadores portugueses no período colonial, sendo que a mesma era chamada de pimenta de Portugal e ao ser introduzida no Brasil passou a se chamar de pimenta do reino, em referência a monarquia de Portugal.  Hoje o Brasil é conhecido com um dos maiores produtores dessa especiaria.

Essa especiaria é bastante utilizada em preparações culinárias por agregar sabor e um aroma singular agradável, sendo que ela pode ser utilizada para condimentar saladas, sopas, carnes, etc.

Contudo, a pimenta-do-reino também tem sido utilizada por séculos, em vários tratamentos de saúde, devido as suas propriedades naturais poderosas.

Entre suas propriedades terapêuticas o destaque vai para as propriedades antibacteriana, expectorante, antioxidante, anti-inflamatória, diurética, antisséptica, estimulante, antiespasmódica, febrífuga, analgésicas, cicatrizante e sudorífica

A pimenta do reino é uma rica fonte de minerais como o manganês, cobre, magnésio, fósforo, ferro, potássio e vitaminas como a riboflavina, vitamina C, K e B6. Além disso, tem um alto teor de fibra alimentar e uma quantidade moderada de proteínas e carboidratos.

Logo essa especiaria pode ser utilizada para promover a perda de peso, melhorar os sintomas de asma e congestão nasal, auxilia na prevenção de câncer, fortalece  o sistema imunológico, etc.

Valor Nutricional da Pimenta-do-Reino:

Pimenta do Reino
Pimenta do Reino

A Pimenta-do-Reino é uma fonte de muitos nutrientes benéficos para a saúde em geral, veja a lista de nutrientes que você estará ingerindo ao usar essa especiaria.

  • 255 kcal de energia;
  • 64,81 gramas de carboidratos;
  • 10,95 gramas de proteína;
  • 3,26 gramas de gordura total;
  • 26,5 gramas de fibra dietética;
  • 1.142 mg de niacina;
  • 0,340 mg de piridoxina;
  • 0,240 miligramas de riboflavina;
  • 299 IU da vitamina A;
  • 21 mg de vitamina C;
  • 44 miligramas de sódio;
  • 1259 miligramas de potássio;
  • 437 miligramas de cálcio;
  • 1.127 miligramas de cobre;
  • 28,86 miligramas de ferro;
  • 194 mg de magnésio;
  • 5625 mg de manganês;
  • 173 miligramas de fósforo ;
  • 1,42 mg de zinco.

Benefícios da Pimenta-do-Reino:

Benefícios da Pimenta-do-Reino
Benefícios da Pimenta-do-Reino

Conheça os principais benefícios da Pimenta-do-Reino para a sua vida e entenda porque você deve adicionar essa maravilha nutricional à sua rotina alimentar.

1. Gripes e resfriados:

Pimenta-do-reino pode ser adicionada a vários tônicos para combater resfriados e gripes. Esta especiaria produz alívio em sinusite e congestão nasal.

2. Antioxidante:

Contém antioxidantes que impedem ou reparam os danos causados pelos radicais livres, que por sua vez, previne câncer, doenças cardiovasculares e problemas no fígado.

3. Alivia a dor de garganta:

De acordo com um estudo do departamento de cosmetologia da Universidade Hungkuang em Taiwan, ao aplicar um creme de óleo essencial de manjerona, pimenta preta, hortelã e lavanda você irá melhorar a dor de garganta.

4. Biodisponibilidade:

Pimenta-do-reino ajuda na absorção dos nutrientes de outras ervas para diferentes partes do corpo, um exemplo desse efeito é a sua potencialização no efeito da cúrcuma em nosso organismo.

5. Combate Inflamação e é Analgésica:

Um estudo do departamento de Farmacognosia, da faculdade de farmácia no Paquistão, determinou que a pimenta preta tem potente atividade analgésica e anti-inflamatória.

6. Perda de peso:

A casca da pimenta preta ajuda a eliminar as células de gordura. Portanto, consumi-la com frequência vai ajudar você  a manter um bom peso corporal.

7. Melhora a Função Cognitiva:

O composto piperina, presente na pimenta-do-reino é a chave para reduzir o comprometimento da memória e mau funcionamento cognitivo, devido eu efeito estimulante no cérebro.

8. Combate o Crescimento do tumor:

Pesquisadores da Universidade de agricultura no Paquistão, em uma publicação , em 2013, descreveram a utilidade da pimenta preta na quimioprevenção e na progressão do controle de crescimento do tumor.

9. Abaixa o Colesterol:

Ajuda na absorção de colesterol , mantendo as artérias limpas e prevenindo a aterosclerose, ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais.

10. Contra a Depressão:

Como a pimenta é capaz de tratar problemas cognitivos devido a presença da piperina, essa em combinação com ácido ferúlico, pode ser uma terapia alternativa para a depressão ou transtornos psiquiátricos.

11. Melhora a circulação:

Quando ingerido o óleo essencial de pimenta-do-reino, estimula o fluxo da bile e muco. Além disso, tem propriedades calóricas quando ingerido e é aplicado topicamente.

Para esse efeito basta, por exemplo, fazer uma mistura do óleo dessa pimenta com óleo de canela ou óleo essencial de cúrcuma para melhorar atividades circulatórias.

12. Reduz Rugas:

A elevada quantidade de antioxidantes presentes nessa pimenta preta protege a pele contra sintomas de envelhecimento precoce, tais como linhas finas, rugas e manchas escuras.

13. Para a Respiração:

Pimenta-do-reino é também muito poderosa na remoção de muco nasal e catarro pulmonar. Além disso, o óleo derivado dessa especiaria é um excelente remédio para tratar sinusite e congestão nasal, assim como para limpar as vias respiratórias.

14. Elimina as Bactérias:

Outro dos mais poderosos benefícios do óleo da pimenta-do-reino, é que, graças às suas fabulosas propriedades antibacterianas, esse elemento é capaz de tratar todos os tipos de picadas de insetos, eliminando bactérias e as toxinas que eles transmitem para nosso corpo.

15. Saúde neurológica:

Pimenta-do-reino contém um componente chamado piperina, que atua diretamente sobre o sistema neurológico, evita danos cerebrais e potencializa a memória.

Confira no vídeo outros Benefícios da Pimenta-do-Reino para Saúde!

Tipos de Pimenta-do-Reino:

Tipos de Pimenta-do-Reino
Tipos de Pimenta- do-Reino

A pimenta do reino pode ser dividida em quatro tipos, esses estão listados a seguir:

Pimenta Vermelha: colhidas quando ainda estão lisas e também quando ainda não completou a fase de amadurecimento.

Pimenta Branca: Não é seca e para que as sementes possam perder um pouco do seu sabor forte elas são mergulhadas em água.

Pimenta Verde: São colhidas verdes, produzidas no Brasil, porém são pouco consumidas por aqui sendo exportadas para países europeus, como a Bélgica e a Alemanha.

Pimenta Preta: Colhida após seu completo amadurecimento e é secada no sol.

Como Fazer Chá de Pimenta-do-Reino:

Chá de Pimenta-do-Reino
Chá de Pimenta-do-Reino

Ingredientes:

  • 2 colheres de Pimenta do Reino;
  • 1 copo de água.

Modo de Preparo:

  • Deixe em infusão todos os ingredientes por 10 minutos.
  • Toma de 5 em cinco minutos, mas tome tudo, não eixe nada no copo tá.

Efeitos Colaterais e Contraindicações da Pimenta-do-Reino:

O Consumo dessa especiaria é contraindicado para pessoas que sofrem de síndrome do intestino irritável, que sofrem de problemas estomacais, pois a pimenta  pode causar queimação e agravar mais ainda o problema.

Além disso, essa pimenta pode causar irritação nos olhos, mulheres gravidas são sensíveis a essa especiaria, portanto o consumo por essas também deve ser evitado, além disso, estudos sugerem que o picante da pimenta pode ser transferido para o leite materno.

Contudo pessoas que estão fazendo uso de ciclosporina, digoxina, colinérgicos e citocromo P450  também devem evitar o uso dessa pimenta. Porém no caso de surgir alguma duvida sobre o consumo dessa especiaria procure orientação de seu médico ou de seu nutricionista.

Site horta em casa agradece por poder informar e formar pessoas em conhecimento sobre as diversidades dos alimentos (frutas, legumes, etc.) e de como plantá-los.

Além disso, espero que tenha gostado de nosso artigo de hoje, Os 15 Benefícios da Pimenta-do-Reino, Informação Nutricional, Receitas e Malefícios! E se você é uma daquelas pessoas que amam Pimenta-do-Reino confira nossos outros artigos no Site HORTA EM CASA.

Alan costa

Sou formado em Botânica e Ciências das Plantas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *