Como plantar

Como Plantar Pimenta Malagueta → 【Plantio, Cultivo e Colheita】

Como Plantar Pimenta Malagueta → 【Plantio, Cultivo e Colheita】

Como Plantar Pimenta Malagueta em Casa em 3 Passos Simples. Além disso, A Pimenta Malagueta é uma planta originária das Américas e espalhou-se por outras regiões do planeta. A especiaria pertence ao gênero Capsicum, sendo cultivada desde a antiguidade pelos indígenas da região.

Pimenta Malagueta
Pimenta Malagueta

Os benefícios da Pimenta Malagueta Para Saúde, incluem ser rica em vitamina A e vitamina C, potássio e ácido fólico, especialmente importantes para as mulheres grávidas. A Pimenta Malagueta é também pobre em calorias e tem porção superdimensionada de fibras e antioxidantes, como o licopeno, que pode prevenir certos tipos de câncer, incluindo câncer de próstata em homens. Hoje, no blog Horta em Casa Vamos detalhar todo o passo-a-passo de Como Plantar Pimenta Malagueta em Casa.

Guia Rápido: Plantio, Cultivo e Colheita de Pimenta Malagueta:

  • Plantar em solo rico em composto em pleno sol;
  • Cresce Mais Rápido durante os dias quentes e noites quentes;
  • Precisa de fertilizante consistente e rega;
  • Na hora da colheita use algo cortante para não prejudicar o pé de pimenta;
  • Pragas e doenças incluem pulgões, ferrugem, minador, pulga, antracnose, mancha e  bacteriana;
  • Apodrecimento em mosaico e flor.
Benefícios da Pimenta Malagueta
Benefícios da Pimenta Malagueta

Preparação da Terra Para Plantar Pimenta Malagueta:

As variedades dos pés de pimenta são anuais, durando apenas uma temporada. Elas exigem sol pleno, solo de drenagem rápida e água regular. As plantas crescem melhor quando as temperaturas são quentes e precisam de calor substancial para dar frutos. Os pés de pimenta malagueta toleram a seca, mas crescem melhor em solo que é igualmente úmido, mas não encharcado. Antes de plantar, misture bastante estrume de animal bem decomposto ou composto orgânico.

Os melhores métodos para irrigação é por gotejamento ou por imersão, esses métodos são usados para direcionar a água diretamente para as raízes das plantas. Isso também irá manter as folhas secas, o que ajuda a evitar muitos problemas de doença. Veja Também o Vídeo Abaixo e Aprenda Melhor Como Plantar Pimenta Malagueta em Casa!!

Quais São os Principais Tipos de Pimenta?

As pimentas se diferenciam pelo grau de ardência, o que também determina a quantidade e tipos de substâncias que possuem. Confira quais são os tipos mais consumidos:

Pimenta do Reino:

Essa é a pimenta preta, típica da Índia e que é rica em piperina, substância com propriedades termogênicas, o que ajuda a emagrecer.

Pimenta Malagueta:

Essa é a pimenta mais consumida no nordeste do país, usada na preparação de pratos típicos, como o acarajé. Fonte rica de capsaicina, substância que confere ardência ao alimento.

Pimenta Cayenna:

Esse é um tipo de pimenta vermelha e enrugadinha, cultivada na América do Sul e Central. Ela pode ser consumida fresca ou em pó, no entanto é essencial retirar suas sementes antes do preparo, uma vez que elas são tóxicas. Esse é um bom tipo para a saúde, por melhorar a circulação sanguínea e a proteger o coração.

Pimenta Jamaicana:

Esse é um exemplar bem ardido e, por isso, não deve ser consumido por qualquer pessoa. Normalmente, é utilizada na preparação de molhos.

Pimenta Jalapeño:

É uma das pimentas mais populares no México, tem uma picância mediana. Ela pode ser usada nas mais diferentes receitas, incluindo geleias e tacos. A jalapeño pode ser consumida em conserva, desidratada, em molhos ou crua.

Pimenta Chipotle:

Essa é a pimenta Jalapeño na versão seca, o que faz com que ela fique mais picante. Pode ser consumida inteira, em conserva, em forma de molho ou em pó. Combina com vegetais e grãos.

Pimenta Tabasco:

O molho dessa pimenta mexicana é muito conhecido. Ela é vermelha e picante, muito utilizada em porções e entradas.

Pimenta Habanero:

Essa é a pimenta mais picante da lista. Também de origem mexicana, possui tons intensos e pode ser vermelha, rosada, verde, amarela ou alaranjada.

Chilli:

Essa é a pimenta norte-americana mais conhecida, encontrada nas cores vermelho, amarelo, laranja ou verde. Ela é bem picante e pode ser consumida fresca, em pó ou como molho concentrado. A chilli pode se usada nas mais diferentes preparações.

Thai:

Famosa na gastronomia tailandesa e asiática, ela é verde ou vermelha e comprida. Sua picância é alta, por isso só quem está acostumado com isso deve experimentar.

Pimenta de Cheiro:

Por ser bem aromática, é muito usada no preparo de peixes e frutos do mar. Ela é bem comum no nordeste e o teor da sua ardência varia.

Fidalga:

Também usada no tempero de peixes, marinadas e conservas, tem alto grau de ardência.

Cambuci e Americana:

Essas são tipos de pimentas doces, usadas recheadas, grelhadas, assadas ou em receitas com picles.

Dedo de Moça:

Um pouco mais suave que a pimenta malagueta, ela é consumida líquida, fresca, desidratada (nessa versão ela é a pimenta calabresa) ou em conserva. Meia colher de sopa dessa pimenta, na versão desidratada em pó, pode suprir a necessidade diária de vitamina A para o nosso organismo.

Como Plantar Pimenta Malagueta em Casa:

Comece com as sementes de Pimenta Malagueta – semeie as sementes diretamente no jardim depois que o solo for aquecido.

Como plantar Pimenta Malagueta
Como plantar Pimenta Malagueta

As temperaturas noturnas devem permanecer acima de 21ºC. Em linhas tradicionais, as plantas estão separadas por um ou dois metros. Ou planta em camas levantadas mantendo-os 1-1 / 2 pés separados em todas as direções.

Aplique um bom fertilizante vegetal orgânico uma ou duas vezes depois que as Mudas estiverem no tamanho Médio, antes que as flores Comece aparecer. É sempre bom colocar um pouco de Areias nas laterais das mudas, isso ira Ajudar a compensar a deficiência de potássio. Seguindo todas instruções, você vai consegui Plantar Pimenta Malagueta em Casa!!

Colheita e Armazenamento da Pimenta Malagueta:

Como Plantar Pimenta Malagueta
Como Plantar Pimenta Malagueta

A maioria das variedades pode ser consumida quando estão verdes e pouco maduras, embora o sabor melhore à medida que amadurecem. Sempre corte (não puxe) os frutos da planta. Permita que 65 a 80 dias sejam transplantados para a nova colheita.

Guarde as Pimentas frescas num saco de plástico ventilado e mantenha-as em seu frigorífico durante 1-2 semanas. Também pode ser cortadas em fatias finas e congeladas ou secas.

Problemas com Insetos e Doenças na Plantação de Pimenta Malagueta:

As Pimentas Malaguetas são suscetíveis a muitas pragas e insetos, incluindo pulgões, minhocas, minadores e besouros de pulga, que mastigam pequenos buracos nas folhas de suas plantas.

Instruções de Salvamento de Sementes:

Selecione as Pimentas que estejam maduras, totalmente coloridas e que não mostrem sinais de doença para salvar as sementes, retire as sementes de Dentro e coloque sobre um prato de papel para secar.

Receita Caseira de Molho de Pimenta
Receita Caseira de Molho de Pimenta

Receita Caseira do Molho de Pimenta Malagueta:

INGREDIENTES:

  • 10g de pimenta malagueta;
  • 3 copos de vinagre;
  • 3 copos de água;
  • 5 colheres de sopa de extrato de tomate;
  • 1 colher de sopa de sal;
  • 2 colheres de sopa de açúcar;
  • 1 colher de café de maisena.

MODO DE PREPARO:

  • Bata no liquidificador as 10g de pimenta com 1 copo de vinagre. Passe pela peneira e reserve.
  • Coloque numa panela 10 colheres do suco de pimenta reservado. Adicione 2 copos de vinagre, 3 de água, o extrato de tomate, o sal, o açúcar e a maisena. Leve ao fogo e mexa sem parar até levantar fervura.
  • Depois que levantar fervura, deixe mais 1 minuto e desligue o fogo.
  • Antes de colocar o molho de pimenta em vidros, esterilize para que o molho se conserve por mais tempo.
  • Rendimento: Esta receita rende 1 litro de molho.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan costa

Sou formado em Botânica e Ciências das Plantas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *