Controle de Pragas

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças!

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças!

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças!
Gostou do post? Avalie!

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças: controle biológico de pragas é um método de regulação das populações de seres vivos através da intervenção de outros organismos. Está sendo implantado em muitas áreas, como uma alternativa para outros métodos de controle. Na agricultura, refere-se basicamente a redução das populações de pragas, para certos níveis que não causem perturbações importantes em nossa culturas.

Para fazer isso, um dos métodos utilizados é inimigos naturais, ou seja, organismos que se alimentam de pragas que atacam as plantas. Sendo assim, um dos problemas mais comuns em nosso jardim é o controle de pragas e doenças.

Portanto, nós aqui do site horta em casa selecionamos algumas informações importantíssimas sobre Como Fazer Controle de Pragas e Doenças e ressaltamos que, depois de saber dessas informações e aplica-las você terá uma belíssima horta em sua casa.

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças
Como Fazer Controle de Pragas e Doenças

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças:

Um dos problemas mais comuns em nossa horta urbana é o controle de pragas e doenças. Pois isso se não for feito, pode arruinar nossa colheita e todo o trabalho feito ao longo do ano.

Em primeiro lugar, devemos diferenciar se as plantas foram atacadas por uma praga ou se é apenas uma doença. Uma praga é a invasão generalizada de vegetais e verduras por insetos ou outras espécies, como aracnídeos, caracóis ou pequenos animais, como roedores ou pássaros. A doença é um fungo ou bactéria que atacam toda a planta ou parte dela.

Alguns exemplos são:

Oídio: Fungo branco que absorve nutrientes da planta.

Mofo: Causa manchas amarelas na superfície e manchas brancas na parte inferior.

Controle de Pragas:

Entre as pragas mais comuns estão :

Afídeo: Pequenos insetos que causam efeitos semelhantes ao das moscas-branca, estão localizados principalmente em brotos e novas folhas da planta.

Mosca branca: Este inseto ataca a parte inferior do caule da planta, causando sérios danos, mas os danos provocados por essa praga são diferentes de acordo com cada espécie. Existem cerca de 1.200 espécies.

Pulgão
Pulgão

Como diz o ditado é melhor prevenir do que remediar, por isso, ao montar uma horta, certifique-se sempre de seguir essas recomendações:

Proteja o substrato: O substrato pode reter a umidade e impedir a entrada de organismos potencialmente prejudiciais a planta. Para isso, utilize materiais tais como palha, casca de madeira, estrume de compostagem, etc.

Rotação de Culturas: Com equilíbrio em rotação das culturas a extração de nutrientes do solo dos legumes e vegetais é conseguida, impedindo o empobrecimento progressivo, e portanto prevenindo o ataques de pragas e doenças.

Associação de culturas: A associação de culturas é benéfica porque algumas plantas beneficiam-se uma das outras, tais como:

  • Repolho com manjericão ou tomilho;
  • Beterraba com feijão;
  • Cenouras com alho e
  • Hortelã para afastar as formigas.
Associação de culturas
Associação de culturas

Sábio: repele moscas.

Orégano: repele formigas e moscas.

Limpeza: sempre que mexer nas plantas deixe as ferramentas (tesouras e outros objetos que você pode utilizar) limpas.

Após cada uso deve ser desinfetado para evitar a propagação de doenças.

Preste atenção ao excesso de umidade, porque isso favorece o crescimento e desenvolvimento de fungos e bactérias.

Ervas daninhas devem ser controladas.

O que Fazer se Minha Planta Estiver Infectada?

  • Isole a planta doente da saudável.
  • Poda a parte afetada e limpe as ferramentas.
  • Faça o controle biológico usando alguma preparação natural.

Se nada funcionar, contrate um serviço de controle de pragas, porém se certifique de que eles irão usar produtos que danificam sua cultura o mínimo possível.

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças
Como Fazer Controle de Pragas _ Mofo nas Folhas

Como Fazer Controle de Pragas e Doenças Com Produtos Químicos: 

O mercado oferece uma ampla variedade de produtos químicos como uma solução para as pragas que aparecem em nossas hortas. Os produtos químicos podem resolver o problema imediatamente, mas ao custo de danificar o ecossistema do nosso jardim, matando outros insetos benéficos. É por isso que é sempre melhor tentar realizar um controle natural de pragas, respeitando o meio ambiente.

Além disso, sem a adição de produtos químicos as plantas serão mais naturais.

Estratégia de Controle Biológico:

Há três estratégias de controle biológico: importação e aumento, que são consideradas estratégias diretas a intervenção deliberada do homem; e conservação, estratégia indireta que age através das interações dentro da gestão de agroecossistema. Cada uma delas podem ser usadas individualmente ou combinadas.

Controle Biológico de Importação:

Os inimigos naturais são importados de uma região para outra a fim de combater pragas exóticas invasoras. Esta estratégia deve ser muito controlada. A introdução de espécies não-nativas em um ecossistema pode causar sérios danos.

Portanto, a Norma Internacional para medidas fitossanitárias estabelece diretrizes para a exportação, expedição, importação e liberação de agentes de controle biológico e outros organismos benéficos.

Aumento na População de Inimigos Naturais:

O que é pretendido, neste caso, é artificialmente aumentar a população de inimigos naturais, de tal forma você irá impulsionar o ataque contra o flagelo. Isso é normalmente usado quando não há nenhum controle natural ou está em níveis muito baixos.

Controle de Pragas e Doenças
Controle de Pragas e Doenças

Controle Biológico de Conservação:     

Esta estratégia implica em conhecer e gerenciar as interações em agroecossistemas, agindo sobre os elementos do ambiente para melhorar os fatores que afetam os organismos benéficos e aumentar a sua eficácia contra as pragas.

O controle biológico é fundamental e traz muitos benefícios, que pode ser medido em sucesso ou fracasso, no sentido de que tem sido capaz de controlar uma praga sem a necessidade de complementar com outros métodos.

Na agricultura biológica, especialmente em grande escala, constitui muito eficaz quando se trata de cultivar o método. Evita perdas de grandes colheitas, mantendo um equilíbrio entre os organismos nos agroecossistemas.

Desta forma, ele realça a importância das relações interespecíficas no ambiente agrícola.

O Site horta em casa agradece por poder informar e formar pessoas em conhecimento sobre as diversidades dos alimentos (frutas, legumes, etc.) e de como plantá-los, além disso, espero que tenha gostado de nosso artigo de hoje, Como Fazer Controle de Pragas e Doenças.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan costa

Sou formado em Botânica e Ciências das Plantas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *