Como plantar

Passo a Passo de Como Fazer Compostagem

Passo a Passo de Como Fazer Compostagem

Passo a Passo de Como Fazer Compostagem usando ingredientes que tem na sua residência. Nesse artigo você irá entender como se faz o adubo natural composto, resultante da decomposição e fermentação de restos orgânicos e materiais vegetais. É assim que obtemos os nutrientes emprestados para que nossos vegetais e frutas cresçam, etc.

É uma maneira muito natural de fertilizar os substratos e fornecer uma grande quantidade de nutrientes, dando-lhes outros usos benéficos para resíduos orgânicos, evitando e reduzindo as emissões para a atmosfera do seu tratamento.

Portanto, nós aqui do site horta em casa selecionamos algumas informações importantíssimas sobre o Passo a Passo de Como Fazer Compostagem e ressaltamos que, depois de saber dessas informações e aplica-las você terá uma belíssima horta em sua casa.

Fertilizantes orgânicos, podem ser produzidos com ingredientes naturais diferentes e são geralmente uma mistura de pagar nosso jardim ou o plantas dentro de casa mais equilibrada e ao ar livre da casa. Além disso, essas substâncias são muito melhores do que fertilizantes químicos.

Para saber como fazer adubo orgânico, não é necessário ter experiência, como você pode ver é muito simples. Com estes fertilizantes em casa você pode cuidar da sua horta e fazer suas plantas a crescerem saudáveis e fortes.

Primeiros Passos para Começar a Compostagem:

Como Fazer Adubo Orgânico
Como Fazer Adubo Orgânico

Primeiro, devemos pensar que o composto não é uma pilha de lixo, mas é um fertilizante ecológico, assim como nossas colheitas. Este processo atua vários fatores, a fermentação, a alta temperatura, além disso, devem estar sempre úmido, etc..

Para fazer um composto você deve ter paciência, o composto não é criado em um dia, isso também dependerá  da quantidade que você quer fazer, do tempo, do tipo de matéria orgânica que você está usando, etc.

É considerado composto os fazemos no campo ou fazemos em nossa casa, a única coisa que varia são os componentes que são adicionados. Em casa é mais fácil adicionar os restos de cozinha e, no campo, é mais fácil adicionar adubo (estercos) ou podar, embora isso também seja relativo, porque, se estivermos interessados, ambos podem ser feitos em ambos os lugares.

Como Fazer Adubo Orgânico:

Como Fazer Adubo Orgânico
Como Fazer Adubo Orgânico

Primeiro, vamos procurar um recipiente, não muito grande e onde podemos ocasionalmente remover o composto com uma pá, pau ou qualquer outro utensilio que não seja a mão, pois o manuseio com a mão não é recomendando.

Nesse caso, você pode estar utilizando panelas, baldes velhos, bacias. Em seguida, use uma jarra de água de 5/8 litros, um balde de tinta vazio, uma balde velho ou até mesmo um vaso.

Além disso, você poderá estar adquirindo um compostor, mas isso ocupa muito mais espaço e é um desperdício de dinheiro. Contudo o recipiente deve ter um orifício para facilitar a ventilação e a perda de líquidos durante o processo.

Quando escolhemos o local, devemos pensar em um local com sombra, já que as altas temperaturas ajudarão na fermentação e decomposição dos restos.

Como já dissemos, o composto não é uma pilha de lixo, por isso temos que ficar claro que não podemos adicionar ao composto tudo o que jogamos fora. Além disso, adicione todas em partes do compostos em tamanhos pequenos, pois isso irá ajudar a acelerar a compostagem.

O que Pode ser Usado Para Fazer a Compostagem: 

Compostagem em Baldes
Compostagem Feita em Tambor

Para fazer o adubo a recomendação é o uso de compostos vegetais e de animais, nesse caso veja o que você poderá utilizar:

Restos de vegetais não tratados: nesses estão incluindo as folhas de vegetais não cozidas, casca de frutas, cascas de ovos, borras de café ou resíduos de infusões.

Além dos já citados, as folhas ou caules secos das plantas, ervas ou grama de sua residência também podem ser utilizados. Os restos de pinus não são recomendados porque acidificam o composto e, portanto, a terra onde o jogamos. É bom misturar restos secos e molhados.

Outro composto usado para a adubação são as cinzas obtidas a partir de madeiras nos churrascos.

Quanto ao local onde será feito o adubo, no jardim, talvez você tenha mais espaço do que em casa, contudo você terá que pensar que esse processo levará meses, por isso é aconselhável encontrar um lugar onde ele não incomode.

Escolha um local com sol suficiente e onde a pilha de composto estará em contato com a terra.

Como Fazer Adubo Orgânico_ Resto de Alimentos
Como Fazer Adubo Orgânico_ Resto de Alimentos

A primeira coisa que devemos acrescentar é a matéria seca, para facilitar a aeração e iniciar o processo, nesse caso adicione as folhas secas, galhos secos de poda de árvores, palha também é muito boa, etc.

Posteriormente comece a adição de resíduos vegetais do jardim, adicione o resto de vegetais como legumes, pimentão, tomate, abóbora, feijão (leguminosas é uma boa semeadura para a sua função de fornecer nitrogênio ao solo), etc.

As folhas, ervas, grama ou restos de poda são muito bons, exceto pelos restos de pinus que acidificam o milho e, portanto, a terra. As ervas daninhas também podem ser adicionadas, melhor ainda se essas não tiverem sementes, já que é um material bom.

como fazer adubo organico
como fazer adubo organico

Também pode ser utilizados restos alimentares da cozinha, mas não é essencial, pois caso optar por fazer a compostagem longe de casa será muito trabalhoso carregar restos sujos e pesados de sua cozinha até o lugar da compostagem.

Por fim, adicione um pouco de terra e / ou adubo, remova e umedeça a mistura resultante. Ambos fornecerão matéria orgânica e microrganismos que facilitam o processo de fermentação e decomposição.

Podemos adicionar cinzas, de preferência queimando material natural, madeira não tratada (paletes por exemplo) ou plástico ou “lixo” queimado.

Recomendações e Cuidados com o Composto:

adubo organico
adubo organico

Você pode adicionar constantemente compostos em sula pilha de compostos, mas é aconselhável dividi-lo em duas pilhas, para deixar um composto enquanto contribui com o material para o outro.

Mantenha um equilíbrio entre resíduos ricos em nitrogênio e resíduos ricos em carbono.

Aqueles ricos em nitrogênio se decompõem rapidamente e emitem um mau cheiro, como restos de comida, estrume mal curado ou grama.

Os compostos ricos em carbono demoram mais para se decompor, mas não geram um mau cheiro, são exemplo desses serragem, papel ou folhas secas.

Não adicione sementes de plantas no composto, para que mais tarde essas sementes não nasçam onde distribuímos o composto. Mesmo assim, se o composto é bem fermentado, as altas temperaturas “queimariam” as sementes que os impedem de renascer e possíveis patógenos, evitando a proliferação de moscas e insetos.

O composto deve estar sempre molhado que não amontoa, procuramos que ele tenha umidade para ajudar na fermentação, já que os microrganismos em decomposição precisa dele para viver.

Atinge altas temperaturas para fermentar (entre 50º e 60º), e para ajudá-lo a alcançar tais temperaturas, coloque a pilha em um lugar que recebe muito sol, ou cubra-a com um plástico para elevar a temperatura.

É aconselhável virar de quinze em quinze dias para arejá-lo e ajudar na mistura dos materiais e que os microrganismos em decomposição tenham oxigênio para respirar.

Vídeo do Passo a Passo de Como Fazer Compostagem

O Site horta em casa agradece por poder informar e formar pessoas em conhecimento sobre as diversidades dos alimentos (frutas, legumes, etc.) e de como plantá-los, além disso, espero que tenha gostado de nosso artigo de hoje, Passo a Passo de Como Fazer Compostagem!

Alan costa

Sou formado em Botânica e Ciências das Plantas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar